Pesquisar este blog

As Asas do Condor


Durante muitos anos,o Condor se preparou para voar soberano pelos Ares, em todas as camadas; em todas as direções cobrindo longas distâncias, aproveitando para construir sua sabedoria...
Durante estas andanças, o mundo passou sob suas Asas e ele apenas observou, parecendo distante, porém utilizando-se de todos os seus sentidos apreciou cada detalhe em sua viagem .
Pela sabedoria,construída através dos tempos, tornou-se naturalmente conhecedor de todos os segredos...
Sob o que foi observado é que vamos falar...
Sejam muito bem vindos ..
O CONDOR....

contador


contador

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Você pergunta; eu respondo

Leo, vivo deprimida tentando me convencer que esse lindo mundo divino existe. Li as mensagens, e elas me fizeram muito bem. Principalmente aquela do pequeno Daniel e sua mãe. Esse outro mundo é o que mais me interessa no momento, tendo em vista que este que vivemos é muito passageiro e é nesse outro mundo que está quem eu tanto amo. Você me ajudará muito se por gentileza me falar sobre este outro lugar, que montanha é essa que fala a carta? Eu tenho muitas curiosidades e gosto muito de aprender. Vivo lendo livros psicografados. Eles me fascinam. Tudo que puder me falar sobre a vida após a morte irá me fazer bem. Muito obrigada e que Deus o ilumine por ser um anjo que alivia os corações aflitos. Fique com Deus e tenha um ótimo final de semana.

OLÁ, MINHA AMIGA!
Receio que possa desapontá-la diante de tanta maravilha que você acredita existir em outra vida... pois de certa forma para poder ver o que existe do outro lado da vida, primeiramente você tem que aprender a entender e viver o que existe do lado de cá... pois, seria muito fácil assim mudar de vida quando cansássemos dela...
As coisas não são bem assim, você primeiramente deve entender o que existe deste lado de cá... deve sentir, deve reconhecer, deve chorar, sorrir, alegrar-se, embravejar, enfim, viver esta vida plenamente senão nunca saberá entender o que há do outro lado... então se você está cansada de viver aqui ou do tipo de vida que você leva aqui, e se acha incapaz de mudar alguma coisa dentro de sua própria vida..., primeiramente você precisa resolver este problema para depois empenhar-se em conhecer o outro lado... ou até interessar-se por outra vida...
Uma coisa você tem razão, minha montanha é mágica mesmo... e nela eu posso ir a muito lugares, ou trazer os lugares até mim, bem como as pessoas, os duendes, as fadas, os anjos, etc...
Minha montanha é linda e bela não apenas porque ela é mágica, mas porque eu me dedico à ela de corpo e alma... porque a respiro, porque cuido dela e porque não permito que nada se interponha no curso das coisas naturais...
Coisas naturais..., é importante, minha amiga que você reconheça as coisas naturais... que você busque forças em seu filho que está do outro lado da estrada (ou do outro lado da vida) para que você possa seguir lutando e abrindo caminhos e fronteiras...
Eu sei que não é fácil... que é preciso dedicação diária e muita fé e força de vontade, e sei também que você como mulher, mãe e dona de casa tem muito trabalho e muitas dificuldades para dedicar a entender sua vida, pois quando não está com as tarefas de dona de casa, está fazendo as atribuições de boa esposa...
Mas você já pensou que as coisas estão descompensadas em sua casa? E somente você faz as obrigações de boa esposa? E, já pensou também que esta obrigação de boa esposa não está trazendo a harmonia suficiente para que seu coração possa ter paz suficiente para você viver bem? ou, então dedicar-se ao conhecimento como Sabedoria, e não como uma obrigação?
Pois é, minha amiga... você está só nesta empreitada de entender a vida espiritual, até porque seu marido, que se diz evangélico, está se tornando um verdadeiro obstáculo à sua frente... Tudo o que ele acredita é o que basta... porém pra você não é assim...
Vocês perderam o mesmo filho, mas pela vida que levam parece até que perderam filhos diferentes... e, este é o grande problema... e isto é o que desarmoniza e impede que vocês sejam felizes, e possa tornar a vida que levam uma verdade...
Acredite, minha amiga, a vida não se faz da forma como a gente quer que ela se faça, mas da forma como ela pode ser feita... e da forma como ela pode ser feita é que você deve entendê-la...
Eu acho que você deve ser livre... que deve ter suas convicções, que deve ter seu livre arbítrio respeitado e que você deve chorar a hora que quiser e onde quiser, afinal de contas você é Mãe... e, além do mais todas as escolhas de sua vida devem ser feitas por você, e não pela religião ou convicção de seu marido...
Você é livre, porém está sendo induzida e castigada pela dor achando que a morte é sofrimento, mas não é... então, antes que eu possa falar pra você sobre minha montanha ou até sobre a vida que existe do outro lado da morte, eu acho que você deve resolver seu problema..., nesta vida aqui...
Seja livre... livre mesmo... faça suas escolha e arque com elas... a Bíblia, a religião, ou doutrina, e nenhum parente, e nem Jesus Cristo vai decidir e escolher por você... até porque Deus respeita e deu ao Homem o livre–arbítrio...
Você precisa romper com todos os conceitos e preconceitos que eventualmente possam existir em sua vida e mostrar que é capaz de decidir por si... que é livre... pois somente quem vive a verdade da liberdade numa vida conjugal pode ter a visão comum sobre a morte de um filho e, trabalhar de todas as formas para que este filho tenha uma vida frutuosa, seja onde ele estiver...
Não acredito que você deva ser tratada como serviçal ou enfermeira apenas..., você é um Ser humano cheio de qualidade que precisa exercitar estas qualidades nesta vida aqui antes de querer entender como se processa a vida do outro lado da estrada...
Não se engane, minha amiga, se você não estiver preparada aqui, nunca poderá encontrar seu filho do lado de lá... e, a preparação envolve saber dizer sim e não, e fazer suas próprias escolhas..., porque neste mundo ninguém é de ninguém...
Eu respeito você, por isto não divulgo seu nome, mas almejo que você consiga entender como você ainda é importante nesta vida aqui, antes de interessar-se pela outra vida...
Eu respeito a família... e pra mim a família em primeiro lugar, porém sou o primeiro a entender que casamento não é família, principalmente quando um dos dois é levado a viver como incapaz...
Um, forte abraço,

Leo Bella 05/10/2009

2 comentários:

Anônimo disse...

Meu amigo, um pouco de tudo, vc nunca esqueça que é muito importante p/ mim, sua amizade vale ouro, alias não tem preço!
Vi esse texto e achei muito parecido com vc, assemelha tudo que vc é... Adoro sua transparencia, sem querer ser amigo, não força nada e nos deixa muito feliz e acreditando que possa existir pessoas assim iguais a vc, um beijo da sua mais nova amiga...


'Missão na vida'

Você é uma partícula viva de luz infinita, nasceu, veio ao mundo para brilhar e dar brilho a todos que passarem no seu caminho, do início ao fim da jornada.

A força maior do universo, o criador da natureza e da luz que envolve o planeta destinou a você uma missão na vida, cada um com a sua, cada um responsável por sua luz própria e responsável por manter esta luz acesa até o fim do trajeto, mas com a liberdade de clarear esta luz cada vez que um semelhante pedir um foco de direção, cada vez que um irmão solicitar um conhecimento, cada vez que um ser vivo necessitar de um alimento seja físico ou espiritual, sua luz assim brilhará intensamente e você terá a certeza que sua missão na vida é realizar o que for, mas sempre causando brilho aos outros e no espelho o reflexo deste brilho será muito forte e voltará na sua face, pois é o encontro da felicidade no seu coração que vai provocar o brilho, a luz em torno de todo ser que com você se envolver.

Missão na vida é de suma importância, todos são parte de uma luz infinita e atemporal. Existem motivos muitas vezes obscuros aos olhos humanos, mas transparentes aos olhos do coração. Cada um ao nascer abre uma página e assina um contrato de muita alegria, pois está pronto para adquirir conhecimento e usar com sabedoria, está pronto para observar a beleza da natureza e aproveitar o dia a dia, está na direção da escola que jamais pune, mas também não mima. Na realidade a escola da vida impõe que todos acordem para uma missão particular, única e que somente você é o condutor deste veículo e somente você será o responsável pela chegada no mapa que sua alma, sua consciência deseja desde o primeiro dia de vida.

Não desista e não desanime se ainda tem dúvida qual é a sua missão na vida. Procure, deseje, insista no trajeto, conquiste sem destruir, planeje, mas tenha os pés bem firmes, sonhe, mas não se iluda com brilhos temporários. Sonhe com o possível e com o duradouro no sentido de criar raízes que não serão arrancadas pelo tempo, raízes familiares, raízes de conhecimento, raízes de caráter e de bondade, raízes que em pouco tempo darão folhas, flores e frutos de uma missão na vida que ao longo do período serão perfumadas, comestíveis e transformadas em luzes que serão partilhadas com os ascendentes, com os descendentes e com os semelhantes em todos os níveis.

Quando descobrir ou encontrar sua missão na vida, pule de alegria, vibre com o universo, mas o maior grau de evolução é declarar sua gratidão ao criador. Feliz aquele que irradia brilho no coração dos outros, o reflexo da luz aumenta e expande em infinitas sintonias, e a missão na vida se torna agradável, leve, como se fosse um jardim aonde as flores ao mesmo tempo perfumam e voltam à mão daquele que as plantou.

Missão na vida é uma benção, é uma realização, confie sempre na luz que vive dentro da sua alma, esta sim é a missão da sua vida hoje e sempre.

Texto: Miriam Zelikowski

Célia Regina disse...

Vivemos através da cabeça, por isso nossa vida se torna cada vez mais difícil e complicada como um quebra-cabeças. Nada parece se ajustar. Esta tem sido nossa história: estamos cada vez mais insanos!
Precisamos, por isso, nos mover da cabeça para o coração. Se não for assim, acredito que a cabeça esteja brevemente pronta para um suicídio.
Ela criou tanto tédio, tanta infelicidade e tantos problemas que o suicídio parece a única saída.
Mas terá que acontecer um milagre! Terá que haver uma mudança radical em nossa perspectiva: começaremos a viver a partir do coração!
Vivamos a partir do nosso coração! Sintamos mais! Pensemos menos! Sejamos mais sensíveis e menos lógicos! Estejamos mais e mais com o coração repleto, e nossa vida se tornará pura alegria!
Vamos tentar?