Pesquisar este blog

As Asas do Condor


Durante muitos anos,o Condor se preparou para voar soberano pelos Ares, em todas as camadas; em todas as direções cobrindo longas distâncias, aproveitando para construir sua sabedoria...
Durante estas andanças, o mundo passou sob suas Asas e ele apenas observou, parecendo distante, porém utilizando-se de todos os seus sentidos apreciou cada detalhe em sua viagem .
Pela sabedoria,construída através dos tempos, tornou-se naturalmente conhecedor de todos os segredos...
Sob o que foi observado é que vamos falar...
Sejam muito bem vindos ..
O CONDOR....

contador


contador

terça-feira, 14 de julho de 2009

Uma luz, um sorriso...

Perceber que há calor, é fácil, porque a irradiação é absorvida pela pele e uma resposta, em segundos vem...
Perceber que há luz é fácil, porque tudo à volta se faz diferente da escuridão, mas perceber a escuridão é muito difícil porque sempre nos adaptamos gradativamente os sentidos, na intensão de buscar e ver o que não conseguimos ver, sem perceber, entretanto, que não é a visão que está dificultando, mas muitas vezes a ausência de luz...
Isto acontece muitas vezes durante uma vida, e ainda assim, poucas são as vezes que podemos ficar atentos aos fatos e abrir espaço à compreensão das coisas.
Desta forma de compreensão das coisas é que dependem muitas escolhas, e nesta razão de que as escolhas são individuais e dependem exclusivamente da forma como é construída e executada pode-se saber que muita gente continuará sempre fazendo a escolha errada...
Mas, seria muito mais simples escolher a luz... ou um sorriso, porque ambos sempre nos remetem a sentir que estamos vivos e felizes diante da vida..., são poucos estes momentos é verdade, mas economicamente se os esticarmos, para que durem mais, será muito melhor para a nossa própria vida...
Esticar estes momentos... parece coisa de maluco, mas é possível, é como ao invés de tomar uma garrafa de suco num gole só, a tomarmos lentamente em muitos goles.
A vida foi feita para ser vivida de uma só vez, não aos pedaços, nem apenas nos melhores momentos, porque se assim fosse, nasceríamos com um botão para ligar e desligar o que nos possibilitaria viver apenas os melhores momentos, como na TV.
Eu sei que nada adianta tentar antever os problemas para que outras pessoas não escorreguem e caiam por terem tropeçado em seus próprios pés, mas ainda assim, quero deixar gravado...

Sê altiva, como a fênix que um dia ressurgiu das cinzas,
Mas tenha certeza de que poderás ressurgir, pela tua fé e teu esforço,
porque diante das tuas escolhas, somente tu poderás saber como ressurgir...
Sê, aplicada em tua vida e teu destino e aprenda a usar apenas o que te pertence..., pois o que é do outro não fará parte de tua história, apenas das estórias que puderes contar...
Se, humilde, ainda que julgues que tua força é imensa, sempre haverá uma maior pra te derrotar, ainda mais se teu caminho for construído de mentiras e desculpas, e , este caminho, seja a capacidade que tu achas que tens.
Mas se tu não entenderes nada disto, seja o sorriso , em todos os seus momentos e, para as pessoas , o motivo para buscarem a luz...


léo 14/07/2009

Leo, esse texto diz muito e toca muito fundo, acredito que para muitas pessoas tem, ao menos um pouco, do que vivem neste momento.
Me permita colocar nele mais um parágrafo:
"Mantenha o olhar voltado ao teu interior. Conheça-te, analisa-te, procura ser exatamente como idealisas, porém, sem nunca perder de vista aqueles que estão a tua volta. Se puderes ser um ponto de referência, seja, mas admita sempre que para seguir-te cada um precisa usar os próprios pés." Tania Maclovia

Um comentário:

tania disse...

Leo, esse texto diz muito e toca muito fundo, acredito que para muitas pessoas tem, ao menos um pouco, do que vivem neste momento.
Me permita colocar nele mais um parágrafo:
"Mantenha o olhar voltado ao teu interior. Conheça-te, analisa-te, procura ser exatamente como idealisas, porém, sem nunca perder de vista aqueles que estão a tua volta. Se puderes ser um ponto de referência, seja, mas admita sempre que para seguir-te cada um precisa usar os próprios pés."